Brasileiros marcam e Orlando City empata em Montreal, mesmo desfalcado de 13 jogadores


Orlando_City_MLS_logo

USATSI
USATSI

Desfalcado de 13 jogadores, o Orlando City empatou em 2 a 2 com o Montreal Impact fora de casa. Os Lions saíram perdendo por 2 a 0, mas os brasileiros Pedro Ribeiro e Kaká marcaram dois gols em apenas um minuto, garantindo ao Orlando City um ponto importante para manter a equipe na parte superior da tabela da Conferência Leste da Major League Soccer (MLS).

Sem contar com sete atletas convocados para suas seleções nacionais e outros seis machucados, o técnico Adrian Heath promoveu a estreia do atacante congolês Danny Mwanga pelos Lions e ainda deu ao lateral-direito Tyler Turner e ao lateral esquerdo Luke Boden a oportunidade de jogar pela primeira vez na MLS.

“Eu penso que marcamos no momento certo. Nos deu uma nova motivação, porque achei que começamos um tanto hesitantes,” disse o técnico do Orlando City, Adrian Heath. “Mas depois de marcarmos o primeiro jogo, entramos na partida e fiquei muito feliz daquela momento em diante. Honestamente, passei o resto do jogo achando que marcaríamos mais um e estou muito satisfeito com a atitude dos jogadores. Não posso elogiar os jogadores o bastante. Foi uma semana difícil para nós sem contar com tantos atletas e esse é um lugar difícil para jogar.”

Aos 8 minutos do primeiro tempo, o goleiro Donovan Ricketts fez defesa segura, desviando para a linha de fundo o chute do italiano Marco Donadel.

Aos 13, uma bola desviada no ombro do zagueiro Seb Hines bateu na mão esquerda do companheiro de zaga, St Ledger, dentro da área. O árbitro Ted Unkel deu pênalti. O argentino Ignacio Piatti bateu bem, Donovan Ricketts acertou o canto, tocou a bola com a ponta dos dedos, mas não o suficiente para desviá-la: 1×0 para o Montreal Impact

Com pouco mais de 22 minutos de partida, Kaká fez jogada espetacular! Usando não mais de um metro quadrado de campo, o craque dividiu e ganhou de Reo-Coker, deu um chapeuzinho em Soumaré, matou no peito e chutou colocado. O goleiro do Montreal, Kronberg, saltou e desviou para escanteio.

Mas o desentrosamento entre os jogadores do Orlando City promovidos essa semana ao time titular custou caro quando Seb Hines desviou de cabeça um lançamento longo da defesa do Impact. O atacante Mclnerney aproveitou a indecisão em St Ledger e Luke Boden para ampliar para a equipe canadense, 2×0.

Os Lions empatariam o jogo dois minutos mais tarde, com dois gols brasileiros… Muito brasileiros!

Aproveitando cruzamento da esquerda, Kaká usou de habilidade para, em dois curtos toques na bola, deixar o mineiro Pedro Ribeiro em ótima condição para marcar o gol, aos 28 do primeiro tempo. Montreal Impact 2×1 Orlando City.

Pedro retribuiu um minuto depois. Em uma ótima interceptação, roubou a bola de Donadel, evitou dois defensores do Montreal e enfiou para Kaká bater de perna direita para o fundo do gol, empatando a partida em 2 a 2. Foi o segundo gol de Kaká em 4 jogos na MLS.

Mesmo desfalcado de 13 jogadores, o Orlando City terminou o primeiro tempo com 58% de posse de bola.

Pedro Ribeiro teve mais uma chance aos 14 do segundo tempo, depois de cobrança de escanteio de Kaká. Okugo e Pedro tentaram de cabeça. A bola voltou para Pedro, que chutou por cima do gol. Três minutos mais tarde, o zagueiro Collin deslizou de carrinho para fazer grande desarme em cima de Oduro dentro da área.

Aos 31minutos, o meia Piatti, do Montreal Impact limpou Hines e Ávila, finalizando de direita da entrada da área. Donovan Ricketts fez mais uma defesa segura, garantindo o empate em 2 a 2 fora de casa.

Com o retorno dos sete jogadores convocados por suas seleções nacionais para a janela de amistosos internacionais da FIFA, O Orlando City vai enfrentar o D.C. United, no estádio Orlando Citrus Bowl, nessa sexta-feira, dia 3 de abril, às 19h no horário local. Para comprar ingressos, visite www.OrlandoCitySC.com

Montreal Impact 2×2 Orlando City

Local: Estádio Olímpico – Montreal, Canadá

Público: 25.245

Gols:

Montreal Impact – Ignacio Piatti (pênalti) – 14’

Montreal Impact – Jack McInerney – 27′

Orlando City – Pedro Ribeiro – 29′

Orlando City – Kaká – 30’

Escalações:

Orlando City – Ricketts; Seb Hines, St Ledger e Collin; Turner, Okugo, Avila, Kaká e Luke Boden; Pedro Ribeiro e Danny Mwanga Bryan Róchez – 66’).

Técnico: Adrian Heath

Houston Dynamo – Kronberg; Cabrera, Soumaré, Lefevre e Toia; Reo-Coker (Andrés Romero – 76’), Donadel (Andrés Romero – 69’), Alexander, Piatti e Oduro; Mclnerney (Romario Williams – 84’)

Técnico: Frank Klopas

Cartões

MON – Ignacio Piatti (amarelo) 15’

MON – Dominic Oduro (amarelo) 34’

MON – Marco Donadel (amarelo) 58’

ORL – Aurélien Collin (amarelo) 63’

MON – Nigel Reo-Coker (amarelo) 74′

ORL – Tyler Turner (amarelo) 46′

Estatísticas:

Chutes:

ORL – 8

HOU – 9

Faltas:

ORL – 13

HOU – 23

Impedimentos:

ORL – 2

HOU – 1

Escanteios:

ORL – 6

HOU – 3

Posse de bola:

ORL – 48,8%

HOU – 51,2%