Orlando City quebra mais um recorde de público da MLS em derrota para Toronto FC


unnamed (57)O Orlando City quebrou nesse domingo mais um recorde de público para um time estreante na Major League Soccer (MLS), após receber 30.908 torcedores no estádio Orlando Citrus Bowl para partida contra o Toronto FC, do Canadá. Com esse número, os Lions têm agora uma média de 39.328 pagantes nas quatro primeiras partidas do time na liga, número que significa um recorde para a primeira temporada de qualquer equipe na história da MLS, superando a média de 38.826 pessoas estabelecida pelo LA Galaxy em 1996.

Apesar de manter 65% de posse de bola, o Orlando City sofreu dois gols do atacante da seleção dos Estados Unidos, Jozy Altidore, no segundo tempo e acabou derrotado pelo Toronto FC, que conta também com o atacante da seleção italiana, Sebastian Giovinco, autor da assistência que resultou no primeiro gol do time canadense.

Sem contar com o lateral-direito português Rafael Ramos, que cumpriu suspensão automática por expulsão na rodada anterior, o técnico do Orlando City, Adrian Heath, escalou o norte-americano Tyler Turner. O treinador dos Lions deu também ao meia Erik Avila a oportunidade de começar a partida como titular no lugar do colombiano Cristian Higuita.

Aos 6 minutos de jogo, o goleiro do Toronto, Joseph Bendik, fez uma boa defesa de curta distância, em chute do meia do Orlando City, Kevin Molino. Aos 17, foi a vez de Erik Avila receber passe dentro da área e bater por cima do gol.

Porém, aos 5 minutos do segundo tempo, Jozy Altidore fez um-dois com Sebastian Giovinco e conseguiu passar pelo zagueiro Seb Hines finalizando rasteiro, no canto direito do goleiro do Orlando City, Donovan Ricketts.

Poucos minutos depois, os Lions criaram a melhor chance do time no jogo, em cruzamento de Erik Avila, que o jovem atacante Cyle Larin cabeceou para fora.

Aos 16 do segundo tempo, Kaká invadiu a área pela direita, cruzando rasteiro para Larin, mas a defesa do Toronto conseguiu boa antecipação. O meia brasileiro é o artilheiro do Orlando City, com 3 gols e uma assistência nos primeiros oito jogos da temporada.

O técnico Adrian Heath fez duas alterações aos 22 minutos do segundo tempo, colocando os atacantes Bryan Róchez e Carlos Rivas nos lugares do centroavante Cyle Larin e do volante Amobi Okugo.

Aos 38, porém, Jozy Altidore marcou o segundo gol dele e do Toronto FC no jogo, aproveitando lançamento do francês Benoit Cheyrou do campo de defesa. Altidore encarou o zagueiro Seb Hines e o goleiro Donovan Ricketts, fechando o placar com uma bela jogada.

“Foi obviamente um final difícil para nós, mas acho que não jogamos bem o suficiente esta noite”, disse o técnico Adrian Heath. “Em termos de movimentação de bola, esse foi provavelmente o pior jogo que fizemos nessa temporada. Eles (Toronto) fizeram o que imaginamos que fariam e botaram seus homens mais experientes em campo. Eles bloquearam bem o meio-campo e nós caímos na armadilha de continuar forçando pelo meio.”

O Orlando City joga um amistoso internacional no próximo sábado, às 19h30 no horário local, como preparação para o restante da temporada 2015 da MLS. O adversário será a Ponte Preta, de Campinas, que vai disputar em 2015 a Série A do Campeonato Brasileiro.

Orlando City SC 0x2 Toronto FC

Gols:

TOR – Jozy Altidore – 5’do 2˚ tempo (assistência de Sebastian Giovinco)

TOR – Jozy Altidore – 38’do 2˚ tempo (assistência de Benoit Cheyrou)

Cartões:

TOR – Nick Hagglund (amarelo) 2’

ORL – Brek Shea (amarelo) 45’

ORL – Darwin Ceren (amarelo) 12’ do 2˚ tempo

ORL – Kevin Molino (amarelo) 33’ do 2˚ tempo

TOR – Jonathan Osario (amarelo) 34’ do 2˚ tempo

Escalações:

Orlando City SC – Ricketts; Tyler Turner, Collin, Seb Hines e Brek Shea; Amobi Okugo, Darwin Ceren, Erik Avila, Kevin Molino e Kaká; Cyle Larin

Técnico: Adrian Heath

Toronto FC – GK  Joseph Bendik; Nick Hagglund, Damien Perquis, Justin Morrow e Ashtone Morgan; Jackson (Warren Creavalle 19’ do 2˚ tempo), Michael Bradley e Benoit Cheyrou; Sebastian Giovinco (Colleen Warner 40’ do 2˚ tempo), Robbie Findley (Jonathan Osario 20’ do 2˚ tempo) e Jozy Altidore

Técnico: Greg Berhalter

Público: 30.908

Estatísticas

Chutes a gol:

ORL – 9

TOR – 9

Escanteios:

ORL – 7

TOR – 4

Impedimentos:

ORL – 7

TOR – 1

Faltas:

ORL – 16

TOR – 18

Defesas:

ORL – 2

TOR – 3