Orlando City garante empate heroico com o Real Salt Lake Mais de 60 mil torcedores prestigiaram os Lions em sua primeira partida da temporada 2016


banner1O Orlando City SC empatou com o Real Salt Lake em 2 a 2. A partida, que inaugura sua segunda temporada na Major League Soccer (MLS), contou com 60.147 torcedores lotando o Citrus Bowl, público que deve ser o maior da rodada de abertura de toda Liga.

 

A equipe visitante saiu na frente e abriu 2×0 no placar. Mas Cyle Larin e Adrian Winter, nos acréscimos, garantiram o primeiro ponto da temporada para os Lions. “Começamos o jogo bem, com uma boa movimentação e ameaçando o adversário. O time se manteve ofensivo. Sabia que marcaríamos o gol, mas realmente demoramos um pouco demais. Alguns aspectos do jogo foram agradáveis, outros precisam ser melhorados”, disse o técnico Adrian Heath.

 

Sobre o público presente, que mais uma vez cumpriu o desafio do clube de lotar o estádio, Heath comentou: “A multidão era inacreditável, mesmo quando estávamos dois gols atrás no placar, eles continuaram nos apoiando”.

 

Em um primeiro tempo de bastante contato físico, Orlando City e Real Salt Lake foram reduzidos a 10 jogadores antes do intervalo. Pelo RSL, Demar Philips recebeu o segundo cartão amarelo aos 20 minutos. Já Darwin Ceren, capitão do Orlando City na partida, recebeu um cartão vermelho direto após falta sobre Javier Morales nos acréscimos do primeiro tempo.

 

Eleito “Novato do Ano da MLS” em 2015, Cyle Larin começou bem a partida e balançou as redes com apenas oito minutos de jogo. Após pegar rebote de um chute de Darwin Cerén. A arbitragem, porém, marcou impedimento, frustrando os milhares de torcedores presentes.

 

Pelo lado do Real Salt Lake, João Plata balançou as redes duas vezes: aos 26 minutos, em cobrança de pênalti marcado após Seb Hines derrubar Yura Movsisyan dentro da área. O goleiro Joe Bendik chegou a escolher o canto certo e tocar a bola, mas não o suficiente para desviar o forte chute do cobrador. E aos 66 minutos, após receber livre cruzamento de Tony Beltran.

 

Aos 72 minutos, Larin teve outra oportunidade dentro da área após excelente combinação de passes entre Winter e Kevin Molino. Winter carregou a bola até o meio de campo, encontrando Molino que enfiou a bola na área para Larin, mas o chute do canadense passou por cima da meta.

 

Sobre as chances de gols perdidas, o atacante falou: “É difícil pensar isso, mas você tem que lutar e nunca desistir. Nossa equipe é uma equipe que trabalha duro e quando temos a nossa equipe completa, podemos fazer mais”.

 

Com quatro minutos acréscimo anunciados, os Lions foram com tudo para cima da equipe de Utah e, aos 94 minutos, Brek Shea, acertou cruzamento rasteiro, nos pés de Larin, que com toque rápido, disparou a bola sem chances para o goleiro Nick Rimando. No minuto seguinte (95’), Servando Carrasco fez a ligação direta da defesa para o ataque, lançando a bola para Larin e Winter na entrada da área. Larin fez a proteção e Winter chutou por cima de Rimando, deixando tudo igual.

 

“Foi um jogo difícil. Quero agradecer aos torcedores que nos incentivaram até o fim. Eles nos deram energia até os minutos finais. Foram excelentes ao longo de toda a partida, especialmente no final, quando marcamos os gols”, destacou Adrian Winter, autor do gol de empate.

 

O Orlando City retorna ao Citrus Bowl já na próxima sexta-feira, 11 de março, às 21h no horário de Brasília, recebendo o Chicago Fire.

 

TIMES        1 2 FINAL

Orlando City SC 0 2 2

Real Salt Lake   1 1 2

 

GOLS:

RSL – Joao Plata (Pênalti) 26′

RSL – Joao Plata (Tony Beltran) 66′

ORL – Cyle Larin (Brek Shea) 94′

ORL – Adrian Winter (Cyle Larin) 95’

 

CARTÕES:

RSL – Demar Philips (Cartão Amarelo) 11′

RSL – Demar Philips (Segundo Cartão Amarelo) 20′

ORL – Pedro Ribeiro (Cartão Amarelo) 32′

ORL – Darwin Cerén (Cartão vermelho) 45+

RSL – Chris Wingert (Cartão amarelo) 74′

ORL – Seb Hines (Cartão amarelo) 76′

 

ESCALAÇÕES/SUBSTITUIÇÕES:

Orlando City SC – Joe Bendik (GOL), Luke Boden (Adrian Winter 61′), Seb Hines, Tommy Redding, Rafael Ramos, Servando Carrasco, Pedro Ribeiro, Darwin Cerén, Brek Shea, Cyle Larin, Kevin Molino (Hadji Barry 77′)

 

Real Salt Lake – Nick Rimando (GOL), Tony Beltran, Aaron Maund, Jamison Olave, Demar Philips, Kyle Beckerman, Javier Morales, Domingo Stephen Obayan (Chris Wingert 24′), Juan Manuel Martinez (Olmes Garcia 87′), Yura Movsisyan, Joao Plata (Luke Mulholland 77′)

 

ESTATÍSTICAS:

Chutes:

ORL- 14

RSL- 8

 

Defesas:

ORL- 2

RSL- 5

 

Escanteios:

ORL- 12

RSL- 2

 

Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s